"Tudo o que não deres, perde-se!"
Página Inicial
Apresentação
Formação
Testemunhos
Ser Gasafricano...
Fotografias
O que fizemos em 2008
O que fizemos em 2007
O que fizemos em 2006
=> Missão Luanda
=> GAS Lubango
Quero dizer que...
Apoios Empresas 2008
Apoios Empresas 2007
Agradecimentos
Porquê contribuir? - Como contribuir? -
Contactos
 

GAS Lubango

 

Foi na sequência do projecto do ano de 2005 no Lubango, que o Governador da Província da Huíla, Exmo. Sr. Ramos da Cruz, lançou um convite ao GAS’África. Este convite consistia na concretização de um curso de formação de voluntariado, a ser ministrado aos jovens do Lubango, com o intuito de que estes pudessem vir a desenvolver acções concretas de acção social nesta cidade.

 

Desde logo, este convite foi assumido como um desafio pelo GAS’África que veiculou nesta acção a possibilidade de ver prolongado no tempo o trabalho desenvolvido em anos anteriores. De facto, os projectos GAS’Africanos são circunscritos no tempo, o que condiciona a manutenção a longo prazo dos seus efeitos, uma vez que estes terminam com a partida do grupo. A criação de um grupo de voluntariado iria colmatar, não só as limitações sentidas pelo GAS’África na sua acção, como também se assumiria como uma mais-valia para a própria comunidade.

 

            A formação teórica, desenvolveu-se da seguinte forma:

 

§      Sessão 1 – Apresentação

§      Sessão 2 – O Serviço Voluntário “Sentir e Agir”

§      Sessão 3 – Relações Interpessoais

§      Sessão 4 – Humanização dos Cuidados

§      Sessão 5 – Como constituir um grupo

§      Sessão 6 – Doenças Tropicais e Doenças Sexualmente Transmissíveis

§      Sessão 7 – Primeiros Socorros

§      Sessão 8 – Primeiros Socorros

 

Posto isto, proporcionamos mais 7 sessões de formação prática, de contacto real com o voluntariado, em Lares de crianças no Lubango.

 

    

O grupo de formandos reconheceu a necessidade de se constituir como um grupo estruturado que desenvolva acções concretas de cariz social. Neste sentido, escolheram designar-se por GAS Lubango (Grupo de Acção Social no Lubango) e definiram as crianças e adolescentes como seu âmbito de intervenção. Para a realização desta intervenção seleccionaram, desde já, os seguintes locais:

       

            - Hospital Pediátrico do Lubango, no qual foi constituída uma sala de brinquedos pelo GAS’África, cujo funcionamento ficou sob responsabilidade do GAS Lubango;

      


ein Bild

           

 

ein Bild    

 

                                         ein Bild   

 

      

     

           

- Lar Otchio;

            - Lar Evangelho da Vida (Chioco);

            - Lar Nª. Sra. das Dores (Mapunda).

    

    

        

     

Desenvolver esta formação foi, sobretudo, depararmo-nos com uma constante surpresa com as capacidades, potencialidades e entusiasmo com que os nossos formandos caminharam connosco neste projecto. Atrevemo-nos a afirmar que a formação serviu apenas para despertar capacidades latentes. Os momentos de formação, mais do que dotar os formandos de meros conhecimentos teóricos, assumiram-se como espaços especiais de reflexão e de encantamento pessoal. A descoberta do significado do grupo enquanto força impulsionadora da mudança permitiu a partilha de um mesmo entendimento daquilo que os move.

    


ein Bild

      

           

    
ein Bild

    

     

          

   

Por tudo o que vivenciamos conjuntamente com estes jovens, a confiança que temos neles só nos pode tornar certas de que o GAS’Lubango será nosso irmão neste trilho que nos une.

Estar no Lubango com estes jovens fez-nos renovar a confiança na grandeza da entrega. Com eles percebemos que era possível partir com a certeza de que um pouco de nós permanecerá lá, pois neles habitamos também.

 

          


ein Bild

 

    

    

Ana

Mónica

Nélia

Patricia

Raquel

Rosália

 

    


89393 visitors (312677 hits) on this page!
 
ESTAMOS JUNTOS!
Pe. Horácio, Irmã Danuta, Irmã Dominique, Mons. Cachadinha, Pe. Rafael, Cardeal Nascimento, Daniel, Afonso, Bebucho, Nandinho, Carlos, Merlém, Gedeão, Fausto, Paulo, Guelo, Edgar, Gotché, Salvador, Pedrito, Dani, Nelson, Paizinho, Jelson, Moisés, Rabi, Capiqueno, Glodi, Maquiesse, Paíto, Miguel, Morientes, Stil, Lau, Ladi, Sapalo, Cristina, Nguevinha, Pe. Pablo, Irmão Facatino, Mafalda, Lili, João Correia, João Pinto, Ermã Rosália, Ermã Raquel, Ermã Mónica, Ermã Ana, Ermã Márcia, Ermã Patrícia, Mana Nélia, Mana Diana, Ermã Sofia, Ermã Xuxa, Ermão Ricardo, Ermão Bruno, Ermã Cami, Ermã Mariana, Ermã Gabriela, Mana Andreia, Mano Gustavo, Mano Luís, Pe. António Augusto Azevedo, Pe. Bacelar, Pe. Albino, Sr. Aires, David, Irmã Bernardete, Mana Daniela, Mana Maria João, Augusto, Adilson, Mateus, Anita, Camono, Tomás, Irmã Chá Chá, Irmã Conceição, Dr. Chicola, Danado, Manucho, Apaixonado, Joãozinho, Margarida, Marisa, Euclésio, Mado, Dores, Sebastião, Joana, Guacho, Irmão Nelito, Vitória, Jorge, Toni, Joel, Zeca, Rodrigão, Jerry, Stalone, Simão, Zé, Fred, Moisés, Adonisio, Arno, Azarado, Tibob, Sozinho, Abel, Puto Chinês, Dafanta, Manix, Chico Grande, Cocopina, César, Danoite, Djike, Panzo, Laton, Dasorte, Arao, Bala 10, Tino, Lucas, Paulino, Sr. Faustino, Manucha, Tetinha, Bucha, Rata, Ingrácia, Janete, Cassinda, Maria, Marta, Jamba, Dlelau, Yya, Didi, Cipri, Delfina, Lúcia, Angélica, Sozinha, Ju, Délcio, Ossi, Cascuro, Domingos, António, Papixulo, Pensamento, Irmã Tassy, Sandra Lemos, Pe. Moura, Dra. Maria Lopes Cardoso, Pe. Ezio, Pe. Lucas, Mugabe, Jombosse, Irmã Emília, Irmã Clara, Juju, Anja, Adino, Leo, Genese, Fátima, Titia Cristiana, Titio Nelson, Mana Francisca, Mana Cláudia, Mano Michal, Titio Lucas, Titio Carlos, Titia Carlota, Titia Joana, Titia João Casais, Titia João Mautempo, Ermã Tita, Ermã Telma, Ermão Bruno, Ermã Cláudia, Ermã Sofia, Ermã Cátia, Ermã Catarina, Ermã Ana, Afonso, Antoninho, Lino, Fanuel, Manuel, Sr. Carlos, Irmã Josiana, Irmã Sónia, Irmã Creusa, Pe. Pedro,
 
=> Do you also want a homepage for free? Then click here! <=